BRINQUEDOS ANTIGOS

Vamos conhecer alguns brinquedos antigos?

Escolha o seu preferido, clique no título e conheça mais sobre ele!

Bola de gude. O que é? Como surgiu?

O que é?
É uma pequena bola de vidro maciço, pedra, ou metal, normalmente escura, manchada ou bastante colorida e de tamanho variável.

Como surgiu?
As primeiras notícias são do ano 3.000 a.C.: bolinhas foram encontradas em túmulos egípcios dessa época. O Museu Britânico tem em seu acervo bolinhas da Ilha de Creta (Grécia) datadas de 2.000 a.C., feitas de materiais diversos. Também há registros da brincadeira no Império Romano, inclusive entre adultos. As primeiras bolas de gude não eram de vidro. Avelãs, castanhas, azeitonas e sementes com formas arredondadas também eram populares. Já foram usados como material para confeccionar bolas madeira, pedras, mármore, argila e cerâmica. O nome “gude” vem de “gode”, que se referia a pequenas pedras arredondadas.

Como é utilizada?
As modalidades variam de cidade para cidade, de rua para rua, de acordo com a criatividade das crianças. Algumas brincadeiras:

Três covinhas: Esta variante consiste em fazer um percurso de ida e volta no qual o jogador tem que colocar o sua bolinhq de gude dentro de cada cova, podendo também acertar nas bolinhas dos adversários, afastando-os das covas por forma a dificultar as suas jogadas. O vencedor ganha o número de bola de gude pré-estabelecido antes do jogo. Algumas regiões as covinhas são cinco, sendo quatro na reta e uma na lateral formando um “L”.

Jogo do Mata: Consiste no uso de apenas a bolinha principal (gude grande). Com um número de jogadores ilimitado, o objetivo é em espaço aberto tentar acertar a vez com a nossa gude numa gude adversária. Se houver sucesso recebe uma ou mais bolinhas do adversário (conforme acordado) e o jogo procede com nova jogada. Em caso de insucesso passa a vez ao próximo jogador. O jogo só termina por vontade dos jogadores.

Círculo: É riscado um círculo no chão, onde os jogadores colocam um número pré-determinado de bolinhas, distribuído a vontade de cada jogador. Sorteado quem inicia, com sua bolinha a uma distância também pré-determinada tenta tirar do círculo a maior quantidade de bolas que passa a ser suas. Se errar é passada a vez. Se a bolinha atiradora ficar no círculo além da vez o jogador tem de deixá-la. Usa então outra bola, na sua vez.

Estrela – Uma variante do círculo é a estrela onde é colocada uma bolinha em cada cruzamento da estrela. Os riscos são feitos na terra ou usado giz.

Triângulo: Uma outra versão consiste num triângulo desenhado no chão. É pré-determinado a quantidade de gudes colocadas por cada jogador dentro do triângulo e um por vez tentam retirá-las com o seu, possuindo-as. Também vale acertar as dos adversários para ganhar vantagem ou atrapalhá-los. Ganha-se a vez podendo continuar sua jogada cada vez que o sua gude toca em outra, do triângulo ou mesmo dos adversários. Contudo, numa versão mais competitiva, o jogador que acertar o adversário, não só o exclui do jogo, como também, passa a possuir as gudes que por ventura tenham sido retiradas pelo outro do triângulo. Assim, o vencedor será aquele que evitará ser acertado pelos outros e que ficará com todas as gudes colocadas por cada jogador no triângulo.

Biribinha: Nessa vertente o jogo deve ser praticado em areia, terra, ou ainda em chão batido, nele o jogador deve furar o chão com o dedão do pé e marcar um círculo de 8 cm de raio, aproximadamente, e vence o jogador que conseguir colocar mais e em menos tacadas as bolinhas de gude no buraco.

“Meia lua”: Numa terra de chão batido,nele o jogador deve desenhar um meio cículo,e vence o jogador que retirar quaisquer bolinha numa única tacada.

Cavalinho-de-pau. O que é? Como surgiu?

O que é?

É um brinquedo com uma cabeça de cavalo presa a um pedaço de madeira, podendo ou não ser acompanhado de rodas.

Como surgiu?

Surgiram a partir do século XV e alguns deles nasceram do espírito de imitação das crianças. Elas imitavam as atividades dos adultos, reduzindo-as à sua escala, como foi o caso do cavalo de pau, numa época em que o cavalo era o principal meio de transporte e de tração.

Como é utilizado?

Cada um monta em seu “animal” e sai cavalgando pela casa ou pela escola. Outra boa pedida é a garotada apostar uma corrida.

VAMOS CRIAR?

Desenhe a cabeça do cavalo em um pedaço de EVA e recorte. É possível substituir esse material por papel cartão. Dobre ao meio desenhe o olho e faça vários furos, alinhados, a um dedo de distância da borda. Deixe um espaço sem furar na parte de baixo. Corte pedaços de 50 centímetros de lã e passe pelos furos. Amarre-os para fechar a cabeça do cavalo e compor a crina. Faça também um ou dois furinhos para formar o focinho do animal. Encaixe a cabeça em um cabo de vassoura.

Peteca. O que é? Como surgiu?

O que é?
A Peteca é constituída de uma base que concentra a maior parte de seu peso, geralmente feito de borracha, e uma extensão mais leve, geralmente feita de penas naturais ou sintéticas, com o objetivo de dar equilibrio ou orientar sua trajetória no ar quando arremessada.

Como surgiu?
Surgiu antes da chegada dos portugueses no Brasil, os índios já jogavam peteca como forma de recreação, junto aos seus cantos, suas danças e suas alegrias. Em 1973, surgiram as regras da peteca, e com isso a fundação da Federação Mineira de Peteca, em 1975. Atualmente, milhares de aficionados, na faixa de 07 a 80 anos, ou mais, dedicam, prazerosamente, horários diários, para jogar peteca, que em clubes, escolas, nas praias, nos bosques ou em quadras residenciais.

Como é utilizada?
O jogo de Peteca guarda certa semelhança com o voleibol e o Badminton, pelo fato de jogar-se, como estes, em um terreno dividido por uma rede. O elemento principal do jogo é a peteca, que se golpeia com a mão. O jogo consiste em dois ou mais participantes, utilizando-se as mãos, onde a peteca é arremessada ao ar de um jogador para o outro, evitando que ela toque o solo numa área definida.

 

VAMOS CRIAR ?

Quebra-cabeça. O que é? Como surgiu?

O que é?
São figuras recortadas para o encaixe de animal, fruta, paisagem, entre outras. Em suas variações, podemos encontrar até quebra-cabeças 3D, onde podemos literalmente montar o objeto.

Como surgiu?
Um cartógrafo inglês de nome John Spilsbury criou um mapa sobre madeira e cortou os países em suas fronteiras. O resultado disso foi um brinquedo didático que tinha o objetivo de ajudar as crianças a aprender mais sobre geografia. O sucesso foi tão grande que em 1820, os quebra-cabeças já eram um dos principais brinquedos didáticos, e não demorou muito para se popularizar como um jogo interessante para todas as idades, sendo impressos em diversos materias e saindo do âmbito puramente educacional.

Como é utilizado?
Deve ser montado de acordo com a figura do quebra-cabeça. Não há tempo nem regras, ganha quem terminar de montar com perfeição.

Bambolê. O que é? Como surgiu?

O que é?
Aro de plástico ou de metal, com aproximadamente 1 m de diâmetro, usado como brinquedo, fazendo-se que ele gire em torno do corpo, da perna ou de um braço.

Como surgiu?
Surgiu no Egito há três mil anos e era feito com fios secos de parreira. As crianças egípcias imitavam com os bambolês as artistas que dançavam com aros em torno do corpo.O bambolê como conhecemos atualmente, de plástico colorido, surgiu nos Estados Unidos da América em 1958. Foi uma criação dos norte-americanos Arthur Melin e Richard Knerr, donos de uma fábrica de brinquedos, que trouxeram a idéia da Austrália, onde estudantes de ginástica se divertiam girando aros de bambu na cintura. O brinquedo foi batizado de hula hoop e eles venderam 25 milhões de unidades em apenas quatro meses. No mesmo ano, a fábrica de brinquedos Estrela lançou o hula no Brasil, com o nome tirado do verbo “bambolear” (gingar).

Como é utilizado?
A criança coloca o bambolê na cintura e o roda. Para mantê-lo girando, é preciso movimentar o quadril, como um rebolado. É possível também rodá-lo em outras partes do corpo: no pescoço, nos braços e nas pernas, além de jogá-lo para cima e tentar encaixar nos braços.

Skate. O que é? Como surgiu?

O que é?
É um desporto inventado na Califórnia que consiste em deslizar sobre o solo e obstáculos equilibrando-se numa prancha, chamada shape (em inglês: deck), com quatro pequenas rodas e dois eixos chamados de “trucks”.

Como surgiu?
Surgiu no princípio dos anos 60 na Califórnia. Era em uma época aonde reinava o surf e a curtição total sobre uma prancha, mas como as coisas nunca davam certo aqueles mesmos surfistas pegaram as rodas de seus patins, e colocaran em “shapes”, para que assim pudessem surfar em terra firme. O crescimento do ‘surf no asfalto’ se deu de uma maneira tão grande que muitos dos jovens da época se renderam ao novo esporte chamado skate. Surgiam então os primeiros skatistas da época.

Como é utilizado?
O Skate é considerado um esporte radical, tem um aspecto criativo, que é verificado pelo grau de dificuldade dos movimentos executados. As manobras mais simples são:

Manual:

Ponha o pé de trás na ponta do skate.
Abaixe o tail, para ficar com as duas rodas frontais no ar, sem tocar o shape no chão.
Abaixe a parte da frente para voltar a andar.

Ollie:

Posicione a ponta do pé de trás na parte de trás do skate e o da frente um pouco atrás dos parafusos dianteiros.
Abaixe um pouco, preparando-se para impulsionar o corpo para cima. Mantenha os braços ligeiramente abaixados.
Bata o tail no chão com força, levando os braços para cima ao mesmo tempo que salta. Incline ligeiramente o corpo para frente.
Ao bater o tail, o skate vai subir e você deve jogar o pé da frente para frente, deslizando o peito do pé sobre a lixa, fazendo o skate retornar à posição horizontal.
Controle o “vôo”. Após alguma experiência, deixe o skate e o corpo aterrissarem pela força da gravidade, sem forçar.
Ao sentir o skate tocar o chão, amorteça a queda, flexionando os joelhos.
No começo, é natural que as rodas de trás não saiam do chão. Para que elas subam, você deve bater o tail com toda força e encolher a perna da frente; depois disso, jogue o pé da frente para frente, deslizando-o sobre a lixa, empurrando o nose e impulsionando o skate, tanto para frente quanto para cima.

Shove-It:

Fique na sua base normal.
Com o pé do Tail, dê um impulso para trás e mantenha o pé da frente quieto até ver que o skate deu meia volta (180º) e depois pise primeiro com ele.
Junte tudo isso com um pequeno pulo para frente.
Lembre-se, manobra perfeita é aquela que você consegue cair com os pés em cima do parafuso. (Além de ser menos provável que você caia).

Flip:

Posicione os pés e flexione os joelhos.
Bata o tail e com o outro pé, arraste (chute) para frente e para trás (Diagonal para frente no heelflip, para trás no kickflip), impulsionando o corpo para frente e para cima;
O skate deve colar nos pés no alto, e paralelo ao chão (repare a altura que o skate está do chão).
E deve se manter assim até chegar ao chão.
Volte com as quatro rodas ao mesmo tempo, com os pés em cima das bases.
Os joelhos flexionados ajudam a absorver o impacto.
Mantenha tranqüilidade ao continuar andando e tentando.
Você tem que colocar o pé dianteiro na lateral do skate e o traseiro no mesmo lugar que nas outras manobras; bata o flip como se fosse um ollie e com o tempo você conseguirá realizá-lo

Bilboquê. O que é? Como surgiu?

O que é?
É uma bola de madeira com um furo, presa por um cordão e um bastão pontudo, onde ela deve ser encaixada. É também conhecida por ’emboca-bola’.

Como surgiu?
Teve origem na França à 400 anos. Em francês, a palavra bilboquet tem relação com a palavra bille, que tanto pode ser traduzida como “pequeno bastão” , como por “bolinha-de-gude”. Existem evidências de como esse jogo se espalhou. As Pinturas européias indicam que ele era praticado nas cortes reais e aldeias do continente. Também pode-se encontrar este jogo em culturas de diversas partes do mundo: Japão, México, Ártico, América do Norte e América do Sul. No Japão, o bilboquê recebe o nome de kendama; na maioria dos países latino-americanos, recebe o nome de balero.

Como é utilizado?
O jogador deve lançar a bola para o alto e tentar encaixá-la na parte mais fina do bastão.

Ioiô. O que é? Como surgiu?

O que é?
É constituído de dois discos, geralmente de plástico, mas podendo ser também de madeira ou metal, unidos no centro por um eixo que se prende uma corda.

Como surgiu?
Alguns ioiôs antigos foram encontrados na Grécia, datados de 2500 anos, utilizando blocos de barro ao invés dos discos. Nas Filipinas, os nativos utilizavam o ioiô como arma e instrumento de caça, sendo colocadas duas pedras no lugar dos discos e uma corda de até seis metros.O ioiô, tal como conhecemos atualmente, surgiu nas Filipinas, onde é um brinquedo muito popular entre as crianças. A palavra “ioiô” vem do filipino, e quer dizer “volte aqui”.

Como é utilizado?
Deve deixar o ioiô cair, de certo modo que com o seu impulso ele suba, e a corda se enrolem; deverá outra vez cair e subir, sucessivamente, até que termine o impulso inicial. Algumas manobras: dorminhoco, cachorrinho, balanço, meia volta, elevador, disco voador, trevo, e muito mais.

Boneca Barbie. O que é? Como surgiu?

O que é?
Barbie é um popular brinquedo infantil, uma boneca adolescente. O brinquedo é produzido pela Mattel. Cada modelo é chamado de Barbie Girl.

Como surgiu?
A Barbie foi criada por Ruth Handler e o seu marido Elliot em 1959, que tinham uma filha de nome Barbara. Observavam Barbara que brincava apenas com bonecas bebês quando criança. A garota era apaixonada por bonecas. Quando cresceu, já pré-adolescente, seu pai observou que Barbara ainda brincava com as suas bonecas. Então, a sua mãe, Ruth Handler, teve a ideia de criar uma boneca adolescente.

Como é utilizada?
A Barbie é movida a imaginação. Você pode criar um mundo real com ela.

Bicicleta. O que é? Como surgiu?

O que é?
É um veículo com duas rodas presas a um quadro, movido pelo esforço do próprio usuário (ciclista) através de pedais.

Como surgiu?
Surgiu no século 15, o artista Leonardo da Vinci já brincava de desenhar projetos de bicicletas. Mas a bicicleta só foi popularizada em 1790, pelo conde francês Sivrac. Nesta época, era feita de madeira, não tinha correntes ou pedais e era embalada pelos pés. Só depois de mais de cem anos as ‘bikes’ ganharam pneus e correntes.

Como é utilizada?
A bicicleta é usada tanto como meio de transporte no ciclismo utilitário, como objeto de lazer no cicloturismo e para competições desportivas de ciclismo.

Pião. O que é? Como surgiu?

O que é?
É um objeto afunilado, de madeira ou de plástico com corda ou não.

Como surgiu?
De fato, acredita-se que esta brincadeira (jogo), de origem arcaica, era para rituais de adivinhação e interpretação em certas épocas do ano, utilizando-se o pião para recriar o movimento dos astros. Atualmente o pião é visto como uma brincadeira infantil muito divertida!

Como é utilizado?
Antes de atirar o pião deve-se enrolar bem o cordel à sua volta, sem folgas. O cordel é segurado com a mão pela extremidade solta, que quando se desenrola, com o impulso da mão puxando a baraça para trás, o faz girar. Quando o pião é lançado com grande intensidade diz-se que a jogada é de “escacha”. Para jogar à roda, ou raia grande, marca-se no chão um círculo de jogo que poderá ter cerca de um metro e meio. Os jogadores devem projetar o seu pião em direção ao círculo.